segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Sobre malas e viagens


Adoro viajar, sempre gostei!

Atualmente por conta do meu trabalho eu viajo bastante e se encontrar a melhor configuração de malas, bolsas e mochilas, já era uma preocupação, com o tempo passou a ser necessidade mesmo!

A melhor coisa é viajar leve, sempre! Mas vamos lá, o que é importante na hora de fazer uma mala?

A primeira coisa é conhecer o destino e saber o tempo de permanência. Parece obvio, mas muita gente não pensa nisso e já começa a mala de forma errada. Para não perder tempo na hora de arrumar as coisas, eu separei uma prateleira do armário com três caixas, onde guardo tudo que posso precisar. De bolsinhas a cadeados. Se eu precisar arrumar tudo correndo é bem fácil, mas procuro fazer com um mínimo de antecedência.

Sobre as roupas, a gente fala depois. Vamos começar com aquela listinhas que vai sempre na mala, independente do destino.

O que não pode faltar na sua mala?

Bom na minha: kit de primeiros socorros, lanche, água, casaco, óculos de sol e de grau, caderninho, anotações sobre o destino, caneta,documentos, carteira, produtos de higiene pessoal, equipamento fotográfico, notebook, cabos e carregadores, livro.

Kit de primeiros socorros:

Não saio de casa sem um analgésico para dor de cabeça e band aid! Na hora de viajar levo um kit bacaninha com tudo que eu posso precisar. Não eu não sou hipocondríaca, mas quem nunca passou mal depois de comer um tempero diferente ? Tenho várias experiências que só comprovam que é realmente melhor prevenir, do que ficar desesperado por uma farmácia 24h.

Não precisa ser nada muito elaborado, levo com remédios que estou acostumada a usar e material para pequenos machucados. Ele já me salvou muitas vezes! Nem sempre tem farmácia perto, ou aberta a noite toda.  Realmente é um peso, mas pode ser de uma grande utilidade.

Uma vez fui para Cuba passar um reveillon e resolvi estreiar um tênis novo que foi presente de natal. Resultado com menos de uma hora de passeio e uma enorme bolha no pé. Não tinha nada na bolsa! Vai tentar comprar um band aid em Cuba no final dos ano 90. Impossível! Ou seja, só no hotel que eu consegui dar uma jeitinho na bolha que nessa altura já tinha virada um machucado.

Aprendizado: nunca estreiar sapato novo em viagem e ter um "posto avançado" do kit de primeiros socorros na bolsa.

Lanche

Outro aperto que não passo mais é fome em viagem, ou sede. Sempre tenho na bolsa lanche e água. Você deve estar pensando como assim, em qualquer posto você compra um pacote de batata frita e uma garrafa de água. É verdade. Mas e se acontecer um engarrafamento daqueles entre um posto e outro? E se a sua viagem não for de carro, for de trem num país onde você não conhece o idioma? E se você tem um voo cancelado e fica horas no aeroporto, que tem água, mas levantar significa perder aquele lugarzinho sentado?

Numa dessas situações você vai achar ótimo ter um lanchinho na bolsa, pode acreditar!

Casaco

Nem que seja um corta-vento! Eu sempre tenho. Se a viagem for de avião, tem o ar condicionado. Se for de carro ou de ônibus, mesmo que você não sinta frio, serve como apoio de cabeça.

 Necessaire e embalagens:

Para os produtos de higiene pessoal é bom ter embalagens próprias para viagem, além de serem mais leves, podem ter o tamanho exato da sua viagem. ninguém precisa levar 200ml de xampu para uma viagem de final de semana, ou feriado de quatro dias. A mesma coisa para os outros produtos. Existem embalagens fofas, de vários tamanhos disponíveis no mercado. Eu tenho para todos os tamanhos de viagem!

O mesmo vale para a necessaire que vai acomodar seus "companheiros de viagem". Escolher o tamanho adequado para elas significa ganhar espaço na mala! Uma grande demais, você vai levar cosas desnecessárias!

Uma dica que eu acho boa, pelo menos comigo funcionou, é manter as coisas sempre nos mesmo lugares. Por exemplo, se você tem uma bolsinha onde guarda produtos para usar na praia, como filtro solar e creme para o cabelo, não troque durante a viagem por xampu e pasta de dente.
Eu sou a rainha das bolsinhas, então cada uma é para um determinado fim. Antes, em algumas situações, eu mudava as coisas de lugar, aí ficava doida querendo lembrar onde tinha colocado o filtro solar e não lembrava. Até que instituí o "cada coisa em seu lugar". Muito mais fácil!

Óculos de sol e de grau:

Óculos de sol, eu não vivo sem! Assim como os de grau, já que a miopia me acompanha desde os 8 anos. Uso lentes de contato na maior parte do tempo e sempre levo um para de reserva. Quem usa óculos direto é bom ter um de reserva na mala.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

Caderninho, caneta, anotações, livro... ou kit distração:

Sempre tenho na bolsa. Tem vezes que nem abro o livro que levei, mas é sempre bom ter com que se distrair num voo longo, durante a espera nos aeroportos, naquele dia que cai o maior dilúvio. Dependendo da viagem, também levo um baralho, assim ninguém morre de tédio!

Documentos, carteira, dinheiro...

Não importa a viagem que você vai fazer, vai precisar deles!

Eu adoto um tipo de  carteira para cada tipo de viagem. Aqueles cintos de carregar dinheiro por dentro da roupa são bem legais. Eu tenho um e acho bem prático. é bom ter cópia de todos os documentos e comprovantes da sua viagem (voucher de hotel, passeios, passagens).

Também costumo ter cópias dos meus documentos pessoais, como carteira de identidade e passaporte.

No caso de viagens internacionais, separo uma bolsinha com as chaves de casa, documentos válidos em território nacional, dinheiro em Reais. São coisa que não vou usar durante o tempo que estiver fora, então é bom deixar guardado em local seguro.

Falando em dinheiro, é bom ter dinheiro em espécie. Mesmo que o seu destino não seja uma cidade menor. Nem sempre os cartões são aceitos, ou o seu banco não é perto do hotel. Em viagem os horários são sempre complicados. Se for em grupo, então, danou-se! Já imaginou um grupo de 10 pessoas precisando usar o caixa eletrônico? E para piorar se for de três bancos diferentes?

Para a sua comodidade é melhor sempre ter uma graninha na mão. Se puder usar o cartão de crédito ou de débito, beleza. Mas caso contrário você não passa aperto.

Notebook, equipamento fotográfico, celular...

Sempre levo notebook, pelo menos uma câmera com lente, mais baterias, cabos, carregadores, celular... um parafernália eletrônica!

Mas não tem jeito, não é mesmo? Então vamos fazer as coisas ficarem mais fáceis. Tenho uma mochila para o notebook, uma necessaire com carregadores (celulares, bateria da câmera, do note...) e um benjamim e adaptador de tomada. Os hotéis não pensam na parafernália tecnológica que temos. Duas pessoas dividindo um quarto e uma tomada no banheiro e outra no quarto. Como secar o cabelo se a tomada está com o carregador do celular?

A câmera vai num case acolchoado na bolsa de mão. Durante a viagem uso uma mochilinha incrível ou uma bolsa. As duas não dão pinta de ter equipamento fotográfico dentro e me atendem perfeitamente.

Tudo isso e eu ainda não cheguei na arrumação da mala! E detalhe, minha meta é viajar leve, lembra?
Eu já melhorei muito, mas estou longe de atingir plenamente. Sabe aquele povo que não despacha bagagem? Meu sonho! Mas ainda estou bem longe de conseguir alcançar.

Fica para o próximo post!

Todo dia de 2013


Comecei um novo projeto fotográfico, mais um 365!
Em fevereiro de 2008 eu comecei um, estava roalndo uma onda no flickr, vários grupos, assunto no mundo todo, aí eu entrei. Gostei e fui até fevereiro de 2012. Ufá! Quatro anos!
Quando acabou me deu um misto de alívio e vazio.
Agora ano novo, projeto novo!
Comecei no dia 1 de janeiro e vai ser do meu cotidiano. Vou tentar fazer fotos diferentes, mas quando as coisas complicarem, ou ficarem naquela fase meio mais ou menos, tenho muitos gatos lindos, que rendem belas fotos e vão me salvar, como já me salvaram no primeiro projeto.
Agora é botar a caichola para funcionar e tentar fazer difernte!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Ano novo, blog novo!

Olá!
Será que ainda tem alguém aqui?
Blog abandonado, que vergonha...
No início do ano passado eu escrevi aqui que o blog estava mudando de rumo e passaria a ser um blog de variedades, mas confesso que meu fôlego durou pouco, não consegui ser constante e isso me deixou bem chateada e a chateação era mais um motivo para acabar empurrando com a barriga. Mas o fato é que eu gosto de escrever e adoro o b log! Ele foi muito importante num período da minha vida e não quero que ele morra.
Então vou me concentrar nele e já preparei alguns posts sobre viagens que é um assunto que eu adoro .
Agora é de verdade, estou de volta!